Júri

O júri do Prémio e da Bolsa é exclusivamente constituído por
personalidades internacionais do meio do fotojornalismo.

Santiago Lyon

Presidente do Júri

Diretor de conteúdos editoriais da Adobe, onde supervisiona o sector de fotojornalismo da Adobe Stock.

De 2003 a 2016 foi vice-presidente e director de fotografia da Associated Press (AP). Entrou na AP como fotógrafo em 1991 no Cairo depois de ter trabalhado anteriormente para a agência de notícias espanhola EFE, United Press International e Reuters. Lyon foi o editor de fotografia da AP para Espanha e Portugal entre 1995 e 2003. Foi presidente do júri do World Press Photo no ano de 2013.

Sara Naomi Lewkowicz

Fotojornalista americana reconhecida pelo seu trabalho sobre violência doméstica e famílias LGBTQ.

Ganhou várias bolsas e prémios, incluindo dois World Press Photo (2014 e 2016) e o Sony World Photography Organization L’Iris D’Or, em 2014. O seu trabalho foi publicado na Time Magazine, Stern, L'Espresso, Das Magazin, Days Japan, Internatzionale, Politiken, ESPN e inúmeras outras revistas e jornais.

Marco Longari

Fotojornalista, trabalha actualmente em Joanesburgo, para a Agência France-Press (AFP) onde é responsável pela fotografia para toda a África.

Depois de se formar no Istituto Superiore di Fotografia em Roma, iniciou sua carreira em 1998, cobrindo o conflito do Kosovo. Mais tarde, depois de inúmeras viagens, mudou-se para a África para trabalhar com a AFP e publicações internacionais. Para a France Press, também trabalhou em Nairobi e em Jerusalém, coordenando durante 7 anos a cobertura fotográfica em Israel e nos Territórios Palestinianos.

Tanya Habjouqa

Fotógrafa documental especializada em temas sociais, de género, e de direitos humanos, no Médio Oriente. Aborda estes temas com uma sensibilidade e olhar perspicaz sobre o absurdo.

É autora de Prazeres sob Ocupação, apresentado pela revista TIME e pelo Smithsonian como uma das melhores compilações de fotografias de 2015 (vencedora do prémio World Press Photo de 2014). Recebeu o Emergency Fund 2013 da Magnum Foundation, e é mentora de bolseiros de toda a região árabe no “Arab Photographer Documentary Fund” com a Fundação Príncipe Claus e o Fundo Árabe para as Artes e Cultura. Tanya é membro do Rawiya, o primeiro colectivo de fotografia do Médio Oriente composto exclusivamente de mulheres. Ensina “Narrativa / Identidade Nacional na Fotografia” na Universidade de Al Quds Bard.

Jury

The jury is exclusively composed of international
personalities from the photojournalism world.

Santiago Lyon

Jury President

Director of Editorial Content at Adobe where he oversees their photojournalism offering to Adobe customers.

From 2003 to 2016 he was Vice President and Director of Photography of The Associated Press (AP). He joined AP as photographer in 1991 in Cairo after previously having worked for the Spanish news agency EFE, United Press International and Reuters. Lyon served as the AP photo editor for Spain and Portugal from 1995 until 2003. He was the chair of the jury of 2013 World Press Photo contest.

Sara Naomi Lewkowicz

American photographer best known for her work on domestic violence and LGBTQ families.

She has won several grants and awards, including two World Press Photo Awards (2014 and 2016) and the Sony World Photography Organization L’Iris D’Or in 2014. Her work has been published in Time Magazine, Stern, L’Espresso, Das Magazin, Days Japan, Internatzionale, Politiken, ESPN, and numerous other magazines and newspapers.

Marco Longari

Photojournalist, currently works in Johannesburg where for Agence France-Press (AFP) he is in charge of photography for Africa.

After graduating from the Istituto Superiore di Fotografia in Rome, he began his career in 1998, covering the conflict in Kosovo. Later, after numerous trips he moved to Africa to work with Agence France-Press and international publications. For AFP he has also worked in Nairobi and Jerusalem, coordinating coverage for 7 years for Israel and the Palestinian Territories.

Tanya Habjouqa

Documentary photographer specializing in gender, social, and human rights issues in the Middle East. She approaches her subjects with sensitivity and an eye for the absurd.

She is the author of Occupied Pleasures, heralded by TIME magazine and the Smithsonian as one of the best photo books of 2015 (winning a World Press Photo award in 2014). She was the recipient of the Magnum Foundation 2013 Emergency Fund, and mentors grantees from across the Arab region for their “Arab Photographer Documentary Fund” with the Prince Claus Foundation and the Arab Fund for Arts and Culture. Tanya is a founding member of Rawiya, the first all female photo collective of the Middle East. She lectures ‘Narrative/ National Identity in Photography’ at Al Quds Bard University.

Xurado

O xurado do Premio e da Bolsa é exclusivamente formado por
personalidades internacionais do medio do fotoxornalismo.

Santiago Lyon

Presidente do Xurado

Director de contido editorial para Adobe, onde supervisa o sector fotoperiodista de Adobe Stock.

De 2003 a 2016 foi vicepresidente e director de fotografía para a Associated Press (AP). Ingresou na AP como fotógrafo en 1991 no Cairo despois de traballar previamente para a axencia de noticias española EFE, United Press International e Reuters. Lyon foi o editor da fotografía AP para España e Portugal entre 1995 e 2003. Foi presidente do xurado do World Press Photo no ano 2013.

Sara Naomi Lewkowicz

Fotoperiodista estadounidense famosa polo seu traballo sobre a violencia doméstica e as familias LGBTQ.

Gañou varios premios e bolsas, incluíndo dous World Press Photo (2014 e 2016) e o Sony World Photography Organization L’Iris D’Or en 2014. O seu traballo foi publicado en Time Magazine, Stern, L'Espresso, Das Magazin, Días de Xapón, Internacional, Política, ESPN e moitas outras revistas e xornais.

Marco Longari

Fotoperiodista e actualmente traballa en Johannesburgo para a Axencia France-Press (AFP), onde é responsable da fotografía para toda África.

Tras graduarse no Istituto Superiore di Fotografia de Roma, comezou a súa carreira en 1998, cubrindo o conflito en Kosovo. Máis tarde, tras numerosas viaxes, mudouse a África para traballar con AFP e publicacións internacionais. Para Francia Press, tamén traballou en Nairobi e Xerusalén, coordinando durante 7 anos a cobertura fotográfica en Israel e nos Territorios Palestinos.

Tanya Habjouqa

Fotógrafo documental especializado en temas sociais, de xénero e dereitos humanos en Oriente Medio. El aborda estes problemas cunha sensibilidade e mirada perspicaz ao absurdo.

É a autora de Occupied Pleasures, presentada pola revista TIME e Smithsonian como unha das mellores compilacións de fotografías a partir de 2015 (gañador do premio World Press Photo de 2014). Recibiu o Fondo de Emerxencia 2013 da Magnum Foundation e é un mentor para compañeiros de toda a rexión árabe no Fondo Documental de Fotógrafos Árabes coa Fundación Prince Claus eo Fondo Árabe de Artes e Cultura. Tanya é membro de Rawiya, o primeiro grupo fotográfico no Oriente Medio consistente exclusivamente en mulleres. Ensina "Narrativa / Identidade nacional en fotografía" na Al Quds Bard University.

Co-Organização

Patrocinadores

Parceiros Media

Apoios

Parcerias